Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

Confirma-se: o último jogo da carreira de Roger Federer será ao lado de Rafael Nadal

O suíço fará dupla com Nadal no derradeiro encontro do primeiro dia da Laver Cup, na sexta-feira, em Londres. Federer já tinha sublinhado esse desejo e será mesmo ao lado do seu maior rival que dirá adeus

Lídia Paralta Gomes

Em 2019, o triunfo europeu na Laver Cup

Clive Brunskill

Partilhar

Não será o mais comum do mundo ver dois adversários tornarem-se amigos, mas até aí Roger Federer e Rafael Nadal são especiais. Entre os 40 encontros que disputaram forjou-se uma das maiores rivalidades da história do desporto mas também uma relação de respeito e, nos dias que antecedem o adeus do suíço ao ténis, Federer não escondeu que era ao lado de Nadal que gostava de encerrar a carreira, já depois de se saber que o joelho do 20 vezes campeão em torneios do Grand Slam não iria aguentar mais que um encontro na Laver Cup.

“Seria uma situação única, sabem, por todas as batalhas que tivemos, mantendo o respeito por ambos, pelas respetivas famílias e equipas. Sempre nos demos muito bem”, disse Roger já em Londres.

E o desejo de Federer será, como seria de esperar, uma realidade. Rafael Nadal será o seu parceiro no último jogo do primeiro dia da Laver Cup, esta sexta-feira. Será o segundo jogo da sessão noturna, que arranca às 19h. Trata-se da reedição de uma dupla que já os juntou na Laver Cup de 2017, na altura disputada em Praga. A defender as cores da equipa da Europa, Federer e Nadal terão como adversários os norte-americanos Jack Sock e Frances Tiafoe, da equipa do Resto do Mundo.

Quando o último ponto cair e Roger Federer passar a ser um ex-tenista, será Rafael Nadal a primeira pessoa que irá abraçar, uma última imagem que assenta bem na caminhada do suíço e “uma grande mensagem, não só para o ténis, mas também para o desporto e talvez até além disso", explicou Federer na conferência de imprensa que concedeu na quarta-feira, antes do arranque do torneio, numa altura em que a dupla com Nadal era apenas uma possibilidade.

Roger Federer e Rafael Nadal enfrentaram-se quatro dezenas de vezes em singulares. O registo pende para o lado do espanhol, que venceu 24 desses encontros. O último aconteceu nas meias-finais de Wimbledon em 2019, com vitória para o helvético. E o adeus a esta rivalidade não será feito frente a frente, mas sim lado a lado.