Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Sérgio Conceição e as ausências de Pepe e Otávio: “Não desvalorizando essa experiência, temos uma equipa que conhece o jogo”

Na entrevista rápida à “Sport TV” depois da vitória, por 3-0, do FC Porto contra o Desportivo de Chaves, o técnico falou sobre o lesionado Otávio e Pepe que, por opção, não foi titular

MANUEL FERNANDO ARAUJO/Lusa

Partilhar

Análise à partida

“Quando há golos a favor no início, eu fico sempre em alerta, porque depois, de forma inconsciente, a cabeça é a gestão entrar na cabeça dos jogadores. E isso é perigoso contra uma equipa organizada, com uma dinâmica interessante, com jogadores talentosos. Mas fomos sempre à procura do segundo golo. O único remate com perigo do Chaves foi no final da primeira parte pelo João Teixeira, mas sempre a ameaçar no ataque. No segundo tempo, demos um pouco mais de espaço ao Chaves na construção, porque houve viagem e jogámos há pouco tempo, e também para termos espaço para criarmos mais perigo. O segundo golo apareceu num roubo de bola e deu alguma tranquilidade justificada”

Alterações no onze

“Tenho confiança total em todos os jogadores. O David Carmo com o Fábio Cardoso fizeram vários jogos na pré-época. Não me preocupo com as rotinas, eles estão habituados a jogarem e trabalhar juntos. Devo dizer que o Fábio foi dos jogadores que mais me surpreendeu pela positiva, pelo espírito que ele tem, pela entrega e dedicação que tem. A confiança é total, não podemos esquecer que o Pepe tem muitos jogos em cima das pernas nem do histórico e passado recente. Tenho confiança em todos, é uma questão de escolha"

Ausências de Otávio e Pepe cria desafio?

“Não desvalorizando essa experiência, temos uma equipa que conhece o jogo. Temos o Uribe em campo que tem a sua voz de comando, um Diogo Costa que cada vez está mais maduro a lidar e a liderar com a linha defensiva, o Taremi que já tem a sua experiência. Temos confiança em todos os jogadores"

  • Taremi e Evanilson, sociedade de fornecimento de estabilidade
    FC Porto

    O FC Porto regressou aos triunfos, ao bater, por 3-0, o Desportivo de Chaves. Os dragões realizaram uma exibição frouxa, sem grande inspiração, mas golos da constante dupla de ataque formada pelo iraniano e pelo brasileiro abriram caminho à vitória da equipa de Sérgio Conceição