Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Rúben Amorim: “Um treinador vai tentar dizer ao Neto que não pode acontecer aquilo, mas a cara dele tira-nos qualquer tipo de raspanete”

Aos microfones da Sport TV, o treinador do Sporting disse que a qualidade técnica dos seus jogadores foi decisiva para a vitória em casa do Gil Vicente (3-0), falando ainda da expulsão de Neto, que o obrigou a mexer ainda na 1.ª parte: "Ele está muito pior que nós todos, tem de estar, porque sabe da responsabilidade que tem"

Tribuna Expresso

MANUEL FERNANDO ARAUJO/LUSA

Partilhar

1.ª parte estranha

"Não consigo explicar a 1.ª parte, foi tudo muito confuso. Quando levantei a cabeça estava nos 42 minutos, foi literalmente isso... foi a expulsão, depois a outra expulsão, o penálti, um jogo muito parado. Foi uma 1.ª parte muito confusa, com pouca história, sem muito jogo jogado. E depois no intervalo houve adaptação dos dois treinadores. Nós temos a vantagem de sermos muito consistentes e solidários. E os nossos jogadores com mais espaço fizeram a diferença, pela sua qualidade técnica. O encaixe era mais ou menos o mesmo e nós soubemos aproveitar mais as saídas. Porque o jogo estava um bocadinho o Gil Vicente tinha a bola e o Sporting tapava a baliza, depois atacava o Sporting, parecia um jogo de andebol. A nossa qualidade deu-nos vantagem. Depois de fazermos o primeiro golo chamámos muitas vezes o Gil e eles tentaram ir atrás da pressão e tivemos muitas bolas em que poderíamos ter feito golo. Fizemos três, poderíamos ter feito mais"

Entrada de Nuno Santos

"Tirámos o Pablo [Sarabia] porque o Nuno [Santos] está habituado a fazer o corredor todo, porque nós estamos habituados a jogar com três centrais. Eu não queria que o Seba [Coates] tivesse de fazer muitos deslocamentos, queria proteger os nossos jogadores, mesmo que para isso nos tirassem um pouco de profundidade na frente, que o Sarabia estava a dar. Foi uma opção, correu bem. O Nuno pelo trabalho que tem vindo a desempenhar sente-se muito cómodo ali. Desbloqueou o jogo, fez um excelente jogo. O Geny também estava pronto para entrar para jogar na linha, se fosse preciso. Mas o golo do Nuno muda tudo, o Gil teve de ir atrás e nós ficámos mais confortáveis"

Expulsão de Neto

"O Neto é uma pessoa que vive muito isto, que influencia os outros. Perdeu ali um pouco a noção e não pode fazê-lo. Sou um treinador com sorte porque no dia em que o Neto perde um bocadinho a cabeça nós ganhamos e ele assim já está preparado para a próxima vez. Um treinador vai para o intervalo tentando dizer algo ao Neto, que não pode acontecer aquilo, e a cara dele tira-nos qualquer tipo de raspanete. Ele está muito pior do que todos, tem de estar, porque sabe da responsabilidade que tem, mas assim que olhei para a cara dele não precisei de dizer nada. Porque ele sentiu. Sorte de um treinador que tem estes avisos mas que a equipa consegue ganhar e compensar o mau momento de um colega"

Dez vitórias consecutivas na Liga

"Onze é que eu gostaria de alcançar! Temos a Taça de Portugal agora, não podemos ficar de fora das competições, muito menos da Taça de Portugal. Temos essa responsabilidade. Estas dez vitórias já passaram, queremos mais uma"