Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

“Se é um problema psicológico? Sim, é”. O pai de Taremi falou sobre o jejum de golos do avançado do FC Porto

O último golo marcado pelo iraniano aconteceu a 26 de outubro, quando o FC Porto perdeu na Taça da Liga com o Santa Clara. Depois disso, nunca mais Taremi conseguiu rematar a bola para dentro das balizas dos adversários. O pai do jogador explicou porquê

Tribuna Expresso

Quality Sport Images

Partilhar

Taremi, como qualquer avançado, vive de golos, alimenta-se da euforia dos adeptos sempre que consegue colocar a bola na baliza adversária. Há dois meses que o iraniano do FC Porto desconhece essa sensação. O próprio pai do jogador veio a público explicar que a “crise” se transformou em “problema psicológico”.

Citado pelo jornal "A Bola", que atribui as declarações de Alireza Taremi à "imprensa iraniana", a falta de confiança do avançado “será ultrapassada” e lembra que poucos dias antes do Santa Clara – FC Porto, tinha marcado três golos ao Tondela. Até então, Taremi levava nove golos em 13 jogos.

“Se é um problema psicológico? Sim, é. Mas é uma situação que pode acontecer a qualquer jogador. Se Deus quiser vai resolver-se e o Mehdi vai melhorar. Ele acredita que vai ultrapassar este período,” terá dito o progenitor do futebolista.