Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Gary Neville critica Cristiano Ronaldo: “Não fujas assim. Não interessa como jogaste, tens de aplaudir os adeptos no fim do jogo”

Companheiro de equipa de Ronaldo na primeira passagem do português por Old Trafford, o mais velho dos irmãos Neville não gostou do comportamento de alguns jogadores frente ao Newcastle. O Manchester United empataram a um golo e Ronaldo dirigiu-se imediatamente para os balneários

Tribuna Expresso

Shaun Botterill

Partilhar

O Manchester United pôde dar-se por satisfeito com o empate a um golo no terreno do Newcastle, o novo-rico da Premier League, agora treinado por Eddie Howe. Os da casa estiveram quase sempre por cima e foram Cavani, no ataque, e David de Gea, na baliza, os salvadores do Manchester United. Nem Ronaldo, nem Bruno Fernandes deixaram uma boa imagem no Boxing Day dos red devils.

O antigo jogador do clube, Gary Neville, é agora comentador de televisão e não poupou a equipa da qual é adepto confesso. Neville não gostou de certos aspetos do jogo e do comportamento de alguns jogadores no final da partida, nomeadamente Cristiano Ronaldo, que não saudou os adeptos do Manchester United presentes no estádio.

“Tens de estar lá quando os teus colegas de equipa precisam de ti. Ao fim e ao cabo, eu gosto desse rapaz [Cristiano Ronaldo], é o melhor que vi na minha vida, mas ‘não fujas assim’. Não vou tolerar isso,” afirmou o antigo internacional inglês no programa “Monday Night Football”.

Nos últimos tempos, habituámo-nos a ver Cristiano Ronaldo mal-humorado no fim de jogos que não venceu. Particularmente desde que regressou a Manchester, o português tem tido muitas ocasiões para expressar a revolta pelos maus resultados, dirigindo-se para o balneário mal soa o apito final do árbitro. Em Inglaterra, a saudação aos adeptos, mesmo em caso de empate ou derrota, é levada muito a sério.

O seu antigo companheiro de equipa pediu que haja um maior compromisso com os fãs. “Não interessa como jogaste, tens de aproximar-te e aplaudir os adeptos no fim do jogo. Principalmente quando és o melhor jogador do mundo, um dos maiores de todos os tempos,” disse Gary Neville, dirigindo-se claramente a CR7.

Ronaldo não foi o único português a merecer as críticas de Neville pelo comportamento em campo. “Há também as queixas de Bruno Fernandes. São os dois jogadores mais velhos [Bruno e Ronaldo]. É devastador para os mais jovens quando os dois melhores jogadores olham para os outros como se estes não fossem suficientemente bons,” concluiu Gary Neville.