Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Vítor Bruno, adjunto de Conceição: “Era importante fazer emergir o nosso melhor traje competitivo. Podíamos ter feito mais golos”

O número 2 de Sérgio Conceição não poupou elogios aos futebolistas do FC Porto. "Catalisámos nos jogadores uma entrada a alta rotação, sem especular com o jogo. Essa foi a mensagem que foi passada"

Tribuna Expresso

Octavio Passos

Partilhar

jogo

“A partir do momento que começámos a fazer a análise detalhada e minuciosa do nosso adversário, que é de muita qualidade, percebemos que era importante fazer emergir o nosso melhor traje competitivo. Catalisámos nos jogadores uma entrada a alta rotação, sem especular com o jogo e a deixarmos correr. Essa foi a mensagem que foi passada.

Os jogadores foram muito fortes sem bola, com bola, limitámos muito aquilo que era o jogo do Benfica, castrámos os alimentadores do jogo ofensivo. Com bola, procurámos ser muito verticais, que é apanágio da nossa equipa, e procurámos atalhar ao máximo os caminhos para a baliza do adversário, sabíamos que era uma forma de feri-los. Os jogadores interpretaram na perfeição, não se desviaram um milímetro do guião. Estão de parabéns.”

Eficácia

“Podíamos ter feito mais golos, criámos o suficiente para isso. Mais do que criar golos, foi a forma como a equipa abordou o jogo e nunca se desligou dele. Defensivamente fomos perfeitos.” *

* problema técnico da Sport TV interrompeu a flash interview do treinador