Perfil

Futebol nacional

Armando Evangelista e o lance do 1-0: "Muito sinceramente, não entendi ainda. Não entendi o protocolo, peço que me expliquem"

Na entrevista rápida à “Sport TV+” depois da derrota (2-1) contra o Sporting, o treinador do Arouca lamentou os últimos momentos da primeira parte, em que a sua equipa teve um golo anulado e, logo a seguir, Paulinho abriu o marcador. Evangelista considerou que a “exibição” do Arouca "dignifica o futebol português”

Expresso

DeFodi Images/Getty

Partilhar

Arouca sai com amargo de boca

“É óbvio que gostei da exibição. O Arouca provou o porquê de estar nesta final four. É óbvio que não foi o Arouca a dominar o jogo, mas foi o Arouca que teve uma postura digna, soube sofrer, incomodar o adversário, chegar ao último terço, marcou. O que o Arouca aqui fez hoje dignifica a Taça da Liga, saimos com uma exibição que dignifica o futebol português”

Lance do 1-0 do Sporting

“Muito sinceramente, não entendi ainda. Não entendi o protocolo, peço que me expliquem. Num lance em que há uma falta a nosso favor, é dada a lei da vantagem e fazemos um golo, consegue-se arranjar uma falta contra o Arouca e sofremos. É, no mínimo, caricato. Peço que me expliquem qual o protocolo para um caso destes, provavelmente sou eu que estou mal informado”

Qualidade de exibição

“Por muito que queiram colocar o Sporting numa má fase, está recheado de valores individuais fantásticos, tem um treinador que já foi campeão nacional e nós temos esta capacidade de disputar o jogo, fazer golos, circular, criar incerteza no resultado até final. Tenho orgulho no que fizeram nesta caminhada”