Perfil

Futebol internacional

Daniel Alves está detido numa prisão do Barcelona e o Pumas, clube onde jogava, rescindiu o contrato com o jogador

Após ser detido preventivamente pela justiça espanhola, o Pumas, clube mexicano onde o internacional brasileiro ainda jogava, aos 39 anos, anunciou a rescisão de contrato com Daniel Alves, que é acusado de ter agredido sexualmente uma mulher numa discoteca em Barcelona

Lusa

Hector Vivas/Getty

Partilhar

O futebollista brasileiro Dani Alves, detido numa prisão de Barcelona, Espanha, depois de ser acusado por uma mulher de agressão sexual, foi despedido pelos Pumas, do México, revelou na seta-feira o presidente do clube, Leopoldo Silva.

“Com a informação existente sobre o processo legal que enfrenta o jogador Dani Alves, e pela qual se encontra detido em Espanha, decidimos comunicar que o clube decidiu rescindir com justa causa justificada o contrato de trabalho com o jogador Dani Alves a partir de hoje”, informou em conferência de imprensa o dirigente mexicano.

Dani Alves ficou hoje em prisão preventiva, após ter sido detido no âmbito de um processo de inquérito no seguimento de uma queixa de agressão sexual.

O internacional brasileiro foi detido hoje de manhã, em Barcelona, após se apresentar na polícia, sendo investigado por alegada agressão sexual ocorrida em dezembro.

O jogador foi intimado a apresentar-se no comissariado de Les Corts de Barcelona, na sequência do inquérito por alegado delito de agressão sexual, cuja denúncia foi apresentada em 02 de janeiro.

Os factos alegados teriam ocorrido na noite de 30 para 31 de dezembro, numa discoteca de Barcelona, mas já em 05 de janeiro Dani Alves disse à cadeia televisiva espanhola Antena 3 não ter agredido ninguém e que não conhece a queixosa.

"Gostaria, antes do mais, de desmentir isto. Estava lá, a passar uma noite boa com outras pessoas, mas sem invadir o espaço dos outros. Não sei quem é essa mulher, não a conheço", disse, na altura, Dani Alves, de 39 anos.

Dani Alves, que esteve no Mundial2022, no Qatar, e é jogador dos mexicanos do Pumas, teve uma carreira de sucesso em Barcelona, onde passou alguns dias de férias em dezembro, após ter integrado a seleção brasileira que disputou o último Campeonato do Mundo.

Também jogou pela Juventus e pelo Paris Saint-Germain, entre outros, numa carreira repleta de sucessos, que o levou a ser o jogador mais titulado do mundo, com 43 troféus.

O internacional brasileiro, que é casado com uma espanhola, estava de férias após o Mundial, antes de regressar ao Pumas.