Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Bruno Fernandes sobre futuro de Cristiano Ronaldo no Manchester United: “Não sei o que se passa na cabeça dele, mas temos de o respeitar”

O ainda companheiro de equipa de CR7 diz não fazer ideia acerca do futuro do capitão de Portugal, mas pede respeito pela decisão de Ronaldo, seja ela qual for. Fernandes admite que, perante as ausências do colega e amigo, apenas lhe perguntou se estava tudo bem com a família

Expresso

Eurasia Sport Images/Getty

Partilhar

Bruno Fernandes, por agora ainda companheiro de equipa de Cristiano Ronaldo no Manchester United, quebrou o silêncio e aceitou falar sobre a situação de impasse do capitão de Portugal. Com Ronaldo a faltar à pré-época do clube na Ásia e na Austrália, alegando razões pessoais, é com naturalidade que os média ingleses procuram informações no compatriota e amigo. Foi o que fez o “Mirror”. Mas o maiato diz que não sabe mais do que a maioria.

Fernandes admite que, perante a ausência prolongada do colega, com a justificação dada, tentou saber se estava tudo bem. “A única coisa que perguntei ao Cristiano, quando ele não apareceu, foi se estava tudo bem com a família. Ele disse-me o que se passava, e foi tudo”, disse o médio ao jornal inglês.

Quanto à permanência de CR7 no Manchester United este verão, Fernandes diz que não faz ideia. “Não sei o que o Cristiano disse ao clube ou ao treinador. Não sei o que se passa na cabeça dele, mas temos de o respeitar. (…) Temos de lhe dar algum espaço”, disse o internacional português, que garante: “Se ele quiser sair, é notícia, não lhe perguntei nada disso”.

“O Cristiano foi o nosso melhor marcador na época passada. Ele deu-nos golos, mas, obviamente, não depende de mim, é o clube que tem de fazer as suas escolhas e o Cristiano faz as suas próprias escolhas [também]”, disse ainda Bruno Fernandes, a partir de Perth, na Austrália, onde os red devils se despedem da tournée de pré-época, antes de voltarem a Manchester para o regresso da Premier League.