Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Jesus no momento da saída: “Cheguei ao Benfica sempre a pensar que era uma solução e não um problema. A decisão é a melhor para as partes”

Encarnados confirmam saída de Jorge Jesus, ano e meio depois do técnico voltar à Luz. Numa curta declaração conjunta, Rui Costa e o agora ex-treinador firmaram o adeus com um abraço

Tribuna Expresso

Gualter Fatia

Partilhar

"Este projeto que eu abracei com muito coração no Benfica chegou ao fim. Cheguei ao Benfica sempre a pensar que era uma solução e não um problema". Foi com esta frase, já depois de Rui Costa falar, que Jorge Jesus fechou a sua segunda vida no Benfica. O técnico deixa de ser o dono do banco dos encarnados a partir desta terça-feira e o jogo com o FC Porto na quinta-feira já será dirigido por Nélson Veríssimo.

Numa comunicação conjunta com o presidente do Benfica, sem direito a perguntas dos jornalistas, Jorge Jesus sublinhou ainda que tomou a decisão para salvaguardar "aquilo que são os interesses do Benfica e de todos".

"Achei por bem que esta decisão fosse a melhor para ambas as partes e a minha vida vai continuar, a trabalhar com amor e paixão. Tive muita honra de ter voltado a esta casa e de ter defendido os interesses do Benfica", afirmou o treinador, antes de selar o adeus com um abraço a Rui Costa.

O presidente do Benfica foi o primeiro a falar no Seixal. “Não era este o desfecho que ambos ambicionávamos. Trabalhámos arduamente para chegar ao fim do ano com os objetivos cumpridos, mas com a mesma frontalidade com que sempre estivemos juntos, percebemos hoje que isto era o melhor para ambas as partes”, disse o líder encarnado.

"Queria publicamente agradecer todo o esforço neste ano e meio e desejar a ele e à sua equipa técnica toda a felicidade”, rematou ainda Rui Costa.

Jorge Jesus deixa o Benfica, casa para onde voltou no início da época passada. O técnico sai sem conquistar títulos e depois de um enfrentamento com Pizzi, com o médio a ter o apoio do plantel, tornando a situação insustentável para o treinador.

Esta terça-feira de manhã, o plantel apresentou-se no Seixal para treinar, um treino que estava marcado às 10h, mas pelas 9h30 já os jogadores deixavam o centro de treinos. Nélson Veríssimo regressou de Santa Maria da Feira, onde iria orientar a equipa B, no momento em que Benfica e Jesus afinavam os termos da rescisão de contrato.