Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

João de Deus, adjunto de Jesus: “Aqueles primeiros minutos tiraram-nos a possibilidade de discutir a eliminatória”

O adjunto de Jorge Jesus lamentou a entrada negativa dos jogadores do Benfica na primeira parte. "Depois a equipa animicamente teve uma quebra e sobretudo até final da primeira parte teve dificuldade para equilibrar na perda de bola"

Tribuna Expresso

Octavio Passos

Partilhar

Jogo

"Não entrámos bem, sofremos logo dois golos a abrir, um de canto e outro de lançamento de linha lateral. Em momentos de bola parada onde habitualmente somos fortes e competentes. Infelizmente não fomos. Depois a equipa animicamente teve uma quebra e sobretudo até final da primeira parte teve dificuldade para equilibrar na perda de bola. Aí o FC Porto teve algumas saídas, criou problemas."

Correção

"Ao intervalo retificámos, na segunda parte foi diferente, a equipa beneficiou de ter mais um, instalou-se no meio campo do FC Porto... Não tivemos tantas oportunidades como queríamos, mas também por mérito e capacidade do adversário. São aqueles primeiros minutos que nos tiram a possibilidade de discutir a eliminatória."

Permanência da equipa técnica na Luz

"Perdemos um jogo, é verdade que estamos todos muito tristes e frustrados com o resultado, mas o intuito não se altera. Não vivemos de estado de espírito, mas de trabalho diário, das conquistas quando conseguimos ter, e de tentar melhorar a cada dia. É uma questão, posso responder, digo que sim, mas acho que nem vale a pena."