Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

As manas Williams foram eliminadas à primeira no torneio de pares do US Open

As irmãs mais carismáticas da história do ténis regressaram como equipa ao torneio de pares do Open dos EUA, mas durou pouco tempo a esperança de mostrar a perseverança dos 40. As checas Lucie Hradecka e Linda Noskova levaram a melhor

Carlos Luís Ramalhão

VIEW press

Partilhar

Venus e Serena Williams têm, cada uma, um lugar reservado na história do ténis. Venus, de 42 anos, e Serena, dois anos mais nova, quiseram regressar como equipa no US Open, mas a tentativa de presentear o muito público afeto às norte-americanas com uma vitória na primeira ronda acabou frustrado pelas checas Lucie Hradecka e Linda Noskova. A partida terminou 7-6 (7-5) 6-4.

Foi a primeira vez que as irmãs Williams se juntaram numa competição de pares desde 2018. Juntas, as lendas venceram 14 títulos de pares em Grand Slams. Aos 40 anos, Serena deve retirar-se após o US Open, tendo para já encontro marcado com a australiana Ajla Tomljanovic na terceira ronda de singulares, esta sexta-feira. Os planos da irmã mais velha permanecem por revelar, depois de ter sido eliminada na primeira ronda do torneio.

A proximidade familiar e de idades das norte-americanas contrastou com a diferença etária entre as checas. Hradecka, de 37 anos, teve ao seu lado uma Noskova 20 anos mais nova, cuja energia contribuiu decisivamente para o domínio do segundo set, descreve a “BBC”.

“Fiquei sem palavras quando percebi que ia jogar contra estas duas. São lendas. E eu fui sempre uma grande fã delas, especialmente da Serena. (…) Estava muito feliz, excitada, mas também assustada por defrontá-las”, confessou a adolescente checa, após a vitória, citada pelo canal canadiano “TSN”.

Hradecka, que venceu a competição de pares do US Open com Andrea Hlavackova, em 2013, disse: “É incrível jogar a primeira ronda num estádio enorme, com 23 mil pessoas, é fantástico. Acho que, quando jogámos a final aqui, o estádio não estava tão cheio”.

As irmãs Williams, que não deram entrevistas após o jogo, continuam a ser a mais recente dupla feminina a ter os quatros maiores títulos ao mesmo tempo, com as vitórias em Wimbledon e no US Open, em 2009, seguidas do Open da Austrália e de Roland Garros, em 2010. O último título de pares em Grand Slams da sociedade familiar aconteceu em 2016, em Wimbledon, mais de 17 anos depois do triunfo no Roland Garros, em 1999. As Williams têm também três medalhas de ouro em Jogos Olímpicos.

Em singulares, as irmãs somam 30 títulos em Grand Slams, sendo que 23 foram ganhos por Serena. Nos últimos anos, Venus tem lutado contra uma lesão. A tenista regressou à ação em Cincinnati, em 2022, quase um ano depois de se magoar numa perna, e recebeu um wildcard para o US Open. Está atualmente no 1.504º lugar do ranking WTA, enquanto Serena ocupa o posto 605.