Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Rúben Amorim: “Quisemos construir e ser protagonistas do jogo. Não conseguimos, também mérito do FC Porto”

Em declarações à flash da Sport TV, o treinador do Sporting diz-se "orgulhoso" dos seus jogadores por nunca terem deixado de ir "para cima do jogo", apesar da derrota por 3-0 em casa do FC Porto

Expresso

MANUEL FERNANDO ARAUJO/LUSA

Partilhar

Dificuldades na primeira parte

“Foi mais mérito do FC Porto na pressão. Nós construímos muito de trás, no início ainda conseguimos, temos a bola ao poste. Mas depois complicou um pouco, o FC Porto tentou encostar-nos. Tentámos fazer o nosso jogo, obviamente que a 1.ª parte não foi tão bem jogada, mas quisemos sempre jogar. Quisemos construir e ser protagonistas do jogo. Não conseguimos, também mérito do FC Porto, com o seu jogo direto, de segundas bolas e transições. Tentaram criar perigo e sofremos um golo novamente em cima do intervalo”

2.ª parte

“Tentámos ir para cima do FC Porto, fizemos as substituições e tivemos várias oportunidades. Não conseguimos fazer o golo e os momentos do jogo voltaram a estar contra nós. Bola direta, há um ressalto e o Porro tem de deixar a bola entrar porque ficamos com menos um e há um penálti. Temos o Fatawu porque mesmo com menos um estávamos a tentar ir para cima, sofremos outro penálti e acabou o jogo”

Penálti de Porro


“Dá ânimo ao adversário e ficámos com menos um. Mas a resposta do jogadores, fico muito orgulhoso. Os jogadores quiseram ir sempre para cima do adversário, não conseguimos, tudo correu mal em termos de timing”

Peso do resultado

“Não, porque sabemos como foi. Cada um fará a sua avaliação, eu faço a minha e a verdade é que quisemos ser sempre nós a dominar o jogo e foi o que aconteceu em largos momentos do jogo. Nos momentos certos dois ressaltos dá o golo do Galeno e depois o golo antes do intervalo… há que fazer a avaliação muito friamente, não vai dar baque nenhum, já passámos por momentos mais difíceis, faz parte do campeonato e há muito por jogar”

Pontos perdidos

“Só temos de ganhar o próximo jogo. Não há essa preocupação de olhar para a tabela, só temos de pensar no próximo jogo, eles que não se preocupem com nada porque ganhando o próximo jogo ficamos bem”