Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

“Não quero saber dos próximos jogos, só dos próximos testes e da saúde dos jogadores”: Tuchel não está contente com a Premier League

Depois do empate no campo do Wolves, o treinador do Chelsea mostrou-se indignado e admitiu desconforto na comitiva londrina. "Não sei se o jogo esteve perto de não acontecer. Tivemos quatro dias consecutivos com testes positivos. Como pode parar se sentamos num autocarro, temos jantares e estamos juntos como se nada acontecesse?"

Tribuna Expresso

Chris Lee - Chelsea FC

Partilhar

O treinador do Chelsea não está nada satisfeito com a Premier League. Numa altura em que vários jogos da competição inglesa foram adiados por casos de covid-19, o Chelsea teve de jogar no campo do Wolves, onde acabaria por perder dois pontos.

No final do jogo Thomas Tuchel estava indignado. "Não sei se o jogo esteve perto de não acontecer. Tivemos problemas com a preparação porque tivemos vários dias com testes positivos consecutivos, no staff e na equipa”, começou por dizer o alemão aos microfones da BBC.

“Viajámos três horas juntos num autocarro, jantámos juntos, tivemos o teste positivo do Jorginho. As pessoas estão preocupadas porque estiveram no mesmo autocarro e jantar. Obviamente, não foi suficiente para adiarem o jogo e tivemos de jogar, mas não se pode exigir 100% de concentração [aos jogadores]”, refletiu.

E, mencionando a manhã do dia do jogo, acrescentou: “Foi tudo menos calmo. Esta manhã, às 8h30, bateram-nos à porta [do hotel] e fizemos outro teste. Ninguém sabia disso. Acordámos os jogadores, que queriam dormir um pouco mais. (...) Não me queixo dos outros jogos, a nossa situação não é segura, falamos de proteger os jogadores e de um ambiente seguro… não é seguro. Não ficaria surpreendido se aparecesse outro positivo no próximo teste. Como disse, tivemos quatro dias consecutivos com testes positivos. Como pode parar se sentamos num autocarro, temos jantares e estamos juntos como se nada acontecesse? Oxalá pare, esperamos pelo melhor”.

Questionado sobre o que espera para as próximas jornadas, Tuchel foi taxativo: “Não quero saber dos próximos jogos, só quero saber dos próximos testes e da saúde dos jogadores. Hoje deixámos o Mateo Kovačić jogar 30 minutos, um dia depois de ter estado 10 dias com covid. Se eu apanhar, e espero não apanhar, não vou correr no dia seguinte depois de ter [a doença]. Nós fizemo-lo jogar, quem tem responsabilidade por isso? Tivemos o N'Golo [Kanté] no campo com um treino, tivemos o [Trevoh] Chalobah com dois treinos. Continuamos se eles dizem para continuarmos…”

Chelsea e Wolves empataram a zero golos no Estádio Molineux.