Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Rui Moreira chama “perfeito imbecil” a jornalista da Sport TV devido a pergunta feita a Taremi durante flash interview

O presidente da Câmara Municipal do Porto e membro do Conselho Superior do FC Porto criticou, na sua página pessoal de Facebook, um jornalista da “Sport TV”, canal que transmitiu o jogo dos dragões frente ao Estoril Praia e no qual Mehdi Taremi falou, no final, na zona de entrevistas rápidas. Rui Moreira é, há muito, visto como um possível candidato à presidência dos dragões

Diogo Pombo

Partilhar

“Sobre você e alguns rumores ouvidos na última semana, sobre simulação, não simulação, Taremi um muito bom avançado, mas com muitas simulações. Existem alguns rumores, não sei se são verdade ou não.”

Esta pergunta, colocada a Mehdi Taremi durante a flash interview da “Sport TV”, ainda no relvado e logo após o Estoril Praia-FC Porto, no sábado, causou várias reações de figuras ligadas ao FC Porto. A mais imediata foi a ausência de Sérgio Conceição desse primeiro momento de entrevistas rápidas, algo confirmado, pouco depois, pela segunda reação da autoria de Francisco J. Marques, diretor de comunicação do clube.

No Twitter, o dirigente escreveu: “Vergonhoso o comportamento do jornalista da ‘SportTV’ nas perguntas ao Taremi. Estes corajosos nunca na vida fazem uma pergunta difícil aos de Lisboa. Em protesto e muito bem, Sérgio Conceição não compareceu na flash”. Pouco tempo passou até recorrer à mesma rede social para chamar “palerma com acreditação” ao jornalista do canal que detém os direitos de transmissão dos jogos da I Liga.

Ao não ter comparecido à conferência de imprensa de antevisão a esta partida, em que o FC Porto empataria com o Estoril Praia após a pesada derrota (0-4) a meio da semana, para a Liga dos Campeões, esperava-se que a partida do campeonato serviria para Sérgio Conceição se pronunciar sobre o incidente ocorrido, na terça-feira, no Estádio do Dragão - o carro onde seguia a sua mulher e o filho, Rodrigo, titular pela primeira vez nos dragões este sábado, foi apedrejado. A PSP já identificou quatro pessoas e suspeita de mais duas, como noticiou a Tribuna Expresso.

O treinador do FC Porto manteve o silêncio enquanto outra figura ligada ao clube também reagiu à descrita flash interview. Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, escreveu na sua página pessoal do Facebook que a pergunta se tratou de uma “provocação abjeta”, classificando o jornalista como “pseudo-repórter” e a situação de “uma vergonha, um nojo”. O autarca, membro do Conselho Superior do FC Porto - um órgão consultivo do clube -, escreveu ainda: “o jornalista resolveu provocar um jogador que, exausto, bem pode ter-se excedido. E era isso que o jornalista queria... para ser um herói. Como Taremi é um senhor, o repórter ficou-se e finou-se, apenas como um perfeito imbecil".

Rui Moreira lidera a Câmara Municipal do Porto desde 2013, sendo apontado, há muito, como possível candidato à presidência do clube. Em 2020, pouco antes da mais recente reeleição de Jorge Nuno Pinto da Costa, o máximo dirigente dos dragões (no cargo há quatro décadas) disse, em entrevista ao “Jornal de Notícias”, que não teria avançado caso Rui Moreira se tivesse proposto para a função: “Embora ele me tenha dito que não o faria, e que eu devia continuar neste período difícil, merecia o meu apoio e eu não avançava, não me teria candidatado. O passado e presente e o amor que tem à cidade e ao FC Porto falam por si”.