Perfil

Mundial 2022

Mundial 2022

Mundial 2022

Terminada a aventura no Mundial, Paulo Bento deixa a Coreia: “Vou descansar e depois logo verei o que farei”

O selecionador português confirmou a saída da seleção asiática após a derrota (4-1) frente ao Brasil, nos oitavos de final do Campeonato do Mundo, esta segunda-feira. Paulo Bento estava no cargo desde agosto de 2018

Lusa

Maddie Meyer - FIFA

Partilhar

O português Paulo Bento anunciou, esta segunda-feira, que vai deixar de ser selecionador da Coreia do Sul, após a derrota com o Brasil (4-1), nos oitavos de final do Mundial 2022 de futebol, no Qatar.

“A nossa participação terminou aqui e, agora, é pensar no futuro, que não passará pela seleção da Coreia. Vou descansar e depois logo verei o que farei. Acabei de o comunicar aos jogadores, ao presidente, é uma decisão que tinha tomado desde setembro. Hoje acabei apenas por confirmá-la e agradecer tudo o que fizeram e tudo o que deram”, referiu.

Na conferência de imprensa após o encontro com o Brasil, Paulo Bento disse que "não poderia estar mais orgulhoso" de ter treinado a seleção sul-coreana, que liderava desde 2018.

“Se não foi o melhor grupo com que trabalhei, foi um dos melhores certamente”, afirmou.

Sobre o encontro dos oitavos de final, Paulo Bento disse que estava “triste pelo resultado, mas muito orgulhoso do que estes rapazes fizeram nestes quatro anos”.

Este foi o segundo Mundial de futebol de Paulo Bento como selecionador, depois de ter comandado Portugal no Mundial 2014, quando a equipa das 'quinas' não passou da fase de grupos.

No Estádio 974, em Doha, Vinícius Júnior, aos sete minutos, Neymar, aos 13, de penálti, Richarlison, aos 29, e Lucas Paquetá, aos 36, apontaram os tentos dos canarinhos, campeões em 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002, enquanto Paik Seun-gho marcou para os asiáticos, aos 76.