Perfil

Modalidades

Marta Pen na final dos 1.500 metros dos Europeus, onde “só interessa ser medalha”

A atleta de 29 anos qualificou-se para a final (sábado) dos 1.500 metros dos Europeus de pista coberta, onde quer ficar entre as três primeiras classificadas porque “é para isso que estamos nos Europeus”

Lusa

MICHAEL BUHOLZER/Lusa

Partilhar

A portuguesa Marta Pen volta a cobiçar as medalhas nos 1.500 metros dos Europeus de atletismo indoor, em Istambul, depois de se qualificar para a final, marcada para sábado.

“É para isso que estamos nos Europeus, primeiro chegar cá, depois chegar a uma final e, quando lá estamos, interessa ser medalha ou não”, afirmou a atleta do Benfica, de 29 anos.

Marta Pen assegurou um dos 12 lugares na final da distância, com o segundo lugar na segunda série, a mais lenta, em 04.23.30 minutos, atrás da britânica Laura Muir (04.23,30), que controlou uma corrida tática.

“As eliminatórias correm-se com a cabeça e não com as pernas. É preciso meter as emoções em check. Eu percebi na primeira volta que ia ser um sprint, porque a malta entusiasma-se demais quando ouve o sino. Eu resolvi esperar e assegurar a minha qualificação, porque percebi que pela repescagem dificilmente seria possível”, explicou Marta Pen, que tem 04.06,94 como recorde pessoal e 04.08,28 como melhor marca do ano.

Salomé Afonso acabou por conseguir um melhor registo do que Marta Pen, ao concluir as sete voltas e meia à pista da Ataköy Arena, em Istambul, em 04.16,59, no sétimo e último lugar da terceira série.

“O resultado saiu completamente fora das expectativas. Foi completamente diferente do que estava à espera. Sinto que uma prova mais tática podia ser mais vantajosa para mim, porque sinto que estou mais preparada para mudanças de ritmo fortes e para terminar bem. Mas, não me senti nada bem, senti-me sempre fora da corrida e, depois, parece que fui sempre desmotivando ao longo da corrida”, explicou a atleta do Sporting.

Salomé Afonso, que se estreou em Campeonatos da Europa em pista coberta e tem 04.12,12 como recorde pessoal, estabelecido já este ano, terminou com o 13.º tempo das eliminatórias.

O melhor resultado português nos 1.500 metros femininos dos Europeus de pista coberta foi a vitória alcançada em Estocolmo 1996 por Carla Sacramento, que detém o recorde nacional (04.04,11), desde 25 de fevereiro de 2001.

A final dos 1.500 metros vai ser disputada no sábado, a partir das 17h em Lisboa.