Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

Armando Evangelista: “Estreámos um grande número de jogadores, não poderiam ter tido um melhor batismo”

O treinador do Arouca admitiu que o momento do adversário é bom, explicando que necessita de tempo para encaixar as 12 caras novas. "Os objetivos do Arouca passam pela manutenção. Quanto mais cedo a conseguirmos, melhor"

Expresso

Gualter Fatia

Partilhar

Estreia na liga

"Foi um jogo de dificuldade elevada, como era de prever. Momento do Benfica, embora seja prematuro, é bom. Sabíamos das dificuldades. Há coisas positivas, jogando na Luz, estreando um grande número de jogadores, não poderiam ter tido um melhor batismo para sentirem as dificuldades que vamos ter. Deu para apalpar o pulso do que vamos ter pela frente. Tentámos trabalhar um sistema diferente."

Objetivo

"Sim, 12 [reforços] são muitas caras novas, é preciso mais tempo. Os objetivos do Arouca passam pela manutenção. Quanto mais cedo a conseguirmos, melhor. Se possível no final da primeira volta, ótimo! Sabemos que será uma luta e que iremos sofrer. (...) Sempre disse ter vários jogadores que é a primeira vez que jogam esta Liga. É óbvio no resultado, mas este jogo pode acelerar a adaptação deles, sentiram o pulso ao que os espera nesta Liga. É preciso tempo, mas temos de acelerar. Eles têm trabalhado muito, estamos numa corrida contra o tempo, o campeonato está aí, vamos trabalhar"

Expulsão de Quaresma

"Jogámos na Luz com menos um no início da época passada também. A coisa não casa com Manuel Mota num Benfica-Arouca, na Luz."