Tribuna Expresso

Perfil

Futebol nacional

€10 milhões para o River Plate, um novo médio para o Benfica: Enzo Fernandéz assinou por cinco épocas

O Benfica confirmou a contratação do médio argentino, de 21 anos, assinou por cinco épocas com o clube da Luz e fica com uma cláusula de rescisão de 120 milhões de euros

Lusa

Marcelo Endelli/Getty

Partilhar

O futebolista argentino Enzo Fernández mostrou-se, esta quinta-feira, “muito feliz” por assinar pelo Benfica e assegurou que o clube da Luz “foi sempre” a primeira opção entre os vários emblemas que demonstraram interesse na sua contratação.

“Estou muito feliz por estar aqui. O Benfica foi sempre a minha primeira opção, entre as várias que tive. Chego a um clube com muita história e prestígio. Vou preparar-me da melhor maneira, para ganharmos muitas coisas juntos”, afirmou o médio, de 21 anos, em declarações à BTV.

O mais recente reforço dos ‘encarnados’, contratado ao River Plate, manifestou a ambição de “ser campeão” em Portugal, antes de se definir como jogador: “Tenho visão de jogo, bom passe, boa recuperação de bola, e acredito que posso acrescentar muito à equipa”.

Tal como confessou na véspera, à chegada ao aeroporto de Lisboa, o médio aconselhou-se junto de dois ex-jogadores do Benfica: Enzo Pérez, com quem dividia o meio-campo no River Plate, e Javier Saviola, atual dirigente dos ‘milionários’.

“Disseram-me que é um clube muito grande, com muita história, muita ambição e para eu desfrutar e continuar a aprender”, referiu o novo camisola ‘13’ da equipa comandada pelo alemão Roger Schmidt.

Enzo Fernández, por quem o Benfica pagou €10 milhões de euros ao River Plate por 75% dos direitos económicos, num negócio ao qual poderá acrescer um valor variável de 8 ME, assinou hoje um contrato de cinco temporadas com o Benfica, até junho de 2027, ficando ‘protegido’ por uma cláusula de rescisão de €120 milhões.

O médio internacional argentino é a quinta contratação do Benfica para a temporada 2022/23, depois das aquisições dos avançados Petar Musa (ex-Boavista) e David Neres (ex-Shakhtar Donetsk) e dos defesas Alexander Bah (ex-Slavia Praga) e Mihailo Ristic (ex-Montpellier).