Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Borussia Dortmund comunica que tumor nos testículos de Haller é maligno e o avançado terá de se submeter a tratamento de quimioterapia

O clube alemão revelou que o atacante "estará ausente durante vários meses". Diretor-desportivo do Dortmund diz que "hipóteses de recuperação são muito boas"

Expresso

DeFodi Images/Getty

Partilhar

A 19 de julho, o Borussia Dortmund revelou que Sébastien Haller, jogador costa-marfinense, foi diagnosticado com um tumor nos testículos. Segundo o "Le Parisien", o alerta terá sido dado durante um treino e, depois de ter sido submetido a “exames médicos intensivos”, o problema do avançado de 28 anos foi descoberto.

Poucos dias depois, Haller foi operado "com êxito", comunicou o Dortmund, mas agora os alemães revelaram que o tumor nos testículos do costa-marfinense é maligno. Haller terá agora de se submeter a tratamento de quimioterapia e "estará ausente vários meses", diz o emblema germânico.

Sebastian Kehl, diretor-desportivo do Borussia Dortmund, garantiu que Haller "receberá o melhor tratamento possível" e que as "hipóteses de recuperação são muito boas". O dirigente pediu "aos jornalistas e aos adeptos compreensão", já que "não será divulgado nenhum detalhe médico" do tratamento do avançado "durante os próximos meses" além destas informações.

Haller, de 28 anos, foi contratado neste defeso pelo Dortmund ao Ajax, onde esteve em destaque. Antes do internacional pela Costa do Marfim, outros futebolistas conhecidos sofreram do mesmo problema. Entre eles, o internacional francês Joël Bats ou o neerlandês Arjen Robben. Em ambos os casos, o tratamento foi eficaz e os ex-atletas encontram-se curados.