Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

As multas do Aston Villa aos seus jogadores incluem atrasos mas também o imperdoável esquecimento de levar bolo no dia de aniversário

Steven Gerrard quer impor aos seus pupilos rigorosas regras para a nova época. A lista das multas que os jogadores do Aston Villa podem ter de pagar já circula nas redes sociais e tem alguns insólitos

Expresso

Daniel Carson/Getty

Partilhar

O antigo internacional inglês e atual técnico do Aston Villa, Steven Gerrard, quer impor a disciplina no balneário do clube de Birmingham. Para isso, foi criada uma lista de multas a que os jogadores devem estar atentos se não quiserem cair em desgraça e perder algumas libras. O regulamento acabou por fugir ao controlo do clube e foi parar às redes sociais, onde, inevitavelmente, se tornou viral.

Numa instituição cujos adeptos têm a alcunha “villains”, não convém facilitar. Assim, aquele que chegar atrasado a um treino habilita-se a pagar 594 euros de multa. Se o atraso for relativo a uma reunião, o incumpridor desembolsa 237 euros por minuto perdido. Também o “dress code” é levado a sério: quem não usar fato de treino e polo em dia de jogo paga 118 euros por cada peça de roupa errada. A lista é grande e inclui punições mais incomuns, como para aqueles que, por exemplo, se esqueçam de levar um bolo no dia do aniversário (50 libras/60 euros por dia).

Ainda no âmbito alimentar, o plantel até pode lucrar com a expulsão de um dos seus elementos. É que o cartão vermelho durante um jogo obriga o jogador expulso a pagar uma refeição a toda a equipa. E o desafortunado tem quatro semanas para fazê-lo. A higiene também entra na equação. É proibido ir ao banho de pé descalço. Todos os elementos do plantel do Aston Villa serão atletas, mas ninguém quererá ter o problema de pele conhecido como “pé de atleta”. Também há multa para o esquecimento dos chinelos.