Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Albert Riera foi expulso da sua apresentação como treinador do Olimpija de Liubliana pelos ultras do clube

Depois de ter sido adjunto no Galatasaray, Riera tem a sua primeira experiência como treinador principal e começa com muitas dificuldades. Cerca de 20 adeptos radicais do clube esloveno receberam mal a contratação do antigo jogador do Liverpool

Expresso

BSR Agency

Partilhar

O antigo jogador de Liverpool, Espanyol ou Galatasaray, entre outros, teve uma das piores apresentações de um treinador na história do futebol. Albert Riera, cuja experiência como técnico se resumia, até agora, ao lugar de adjunto no Galatasaray, foi expulso da sua conferência de imprensa por cerca de 20 adeptos radicais do Olimpija de Liubliana, que rejeitam a contratação do espanhol.

Escreve o jornal “El Confidencial” que, mal se ouviram as palavras do presidente do clube, Adam Delius, os ultras locais mostraram-se enfurecidos. Delius disse apenas: “Quero anunciar publicamente que Albert Riera é o novo treinador do NK Olimpija Ljubljana”. Os radicais, vários deles de identidade coberta por balaclavas, terão mesmo intimidado os presentes na sala.

O motivo aparente terá sido a saída do técnico Robert Prosinecki e do diretor-desportivo Mladen Rudonja. Para Albert Riera, a estreia como treinador principal de uma equipa acontecerá já na quinta-feira. Será um jogo oficial, a contar para a Liga Conferência, frente aos luxemburgueses do Differdange 30.

De acordo com o “El Español”, no momento da despedida, Robert Prosinecki não teve dúvidas em chamar “mentirosos” aos dirigentes do Olimpija. Por outro lado, os responsáveis pelo clube esloveno asseguram que o antigo internacional croata, que esteve apenas três meses aos comandos da equipa, teve um comportamento pouco profissional.

Adam Delius afirmou a alguns órgãos de comunicação locais: “Tudo o que se passou nos últimos 14 dias teve a sua própria razão. Mas (…) já está tudo dito. As ruturas nunca são bonitas. O clube quer agradecer ao treinador e aos seus adjuntos o trabalho realizado. Desejamos a todos o melhor para o futuro”.

De acordo com o “Eslovenia Times”, a situação caótica foi ajudada pelos pedidos de reforços por parte da equipa técnica de Prosinecki. Sobre isso, o presidente do clube afirmou, no início desta semana: “Posso entender que Prosinecki queira 24 jogadores internacionais, mas é preciso pensar no dinheiro”. Quanto ao diretor-desportivo cessante, foi acusado de ter passado informação sensível à imprensa e de querer vender o clube.

Albert Riera apenas teve tempo de dizer, antes de ser expulso da sala: “Não posso esperar que me adorem desde o primeiro dia, não posso prometer que ganharemos todos os jogos, mas posso prometer que trabalharemos profissionalmente e com paixão”.