Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Os adeptos colocaram o tema dos direitos humanos em cima da mesa e o Watford cancelou o jogo contra a seleção do Catar

O Watford tinha jogo marcado contra a seleção do Catar, mas os adeptos não ficaram contentes e levantaram preocupações em relação à forma de atuar do país no capítulo dos direitos humanos. Ou na falta deles. O clube decidiu cancelar o jogo

Rita Meireles

Plumb Images

Partilhar

O Watford, clube que atuou na Premier League até ao final da época passada - desceu de divisão -, cancelou um jogo que tinha marcado frente à seleção do Catar depois de vários adeptos se terem manifestado contra a realização do mesmo. Em causa está o historial do país no que aos direitos humanos diz respeito.

As vozes que mais se levantaram foram as dos grupos Women of Watford (WOW) e Proud Hornets. O apelo que fizeram foi que o clube manifestasse o seu apoio a “todos os direitos humanos, à comunidade LGBTQ+ e pelos direitos das mulheres" no jogo. Mas o clube acabou mesmo por optar pelo cancelamento.

"O encontro nunca foi finalizado e tornou-se muito claro que este era um jogo a não jogar. Como tal, o calendário foi revisto", disse um porta-voz do clube numa declaração ao “The Guardian”.

A Associação de Futebol do Catar (QFA), que falou com o mesmo jornal, disse apenas que recebeu várias propostas de clubes europeus para a realização de jogos amigáveis. Entre eles, o Watford. "Depois de estudar as ofertas, selecionámos alguns jogos amigáveis com várias equipas europeias e o Watford não está entre esses jogos que a equipa vai jogar", disse a QFA, sem mencionar quem são os restantes clubes europeus envolvidos.

O país que vai receber o Mundial 2022, que começa em novembro, é conhecido por pelas leis e atuação que põem em causa os direitos humanos. Uma das que tem sido mais abordadas, até porque alguns jogadores assumiram a sua homossexualidade recentemente, é o facto de ser ilegal e punível por lei ser-se homossexual no Catar.

"O WOW e Proud Hornets estão contentes por o Watford FC ter ouvido as nossas preocupações e cancelado o jogo com o Catar", disseram os dois grupos numa declaração conjunta publicada no Twitter. "Estamos ansiosos por continuar as nossas discussões com o clube sobre todas as questões de igualdade, diversidade e inclusão".