Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

João Cancelo foi assaltado em casa, resistiu e acabou agredido

O caso já está a ser investigado pela política britânica. O jogador português do City encontrava-se em casa com a companheira e a filha de dois anos quando o assalto aconteceu e foi agredido na face

Tribuna Expresso

Lynne Cameron - Manchester City/Getty

Partilhar

O lateral português João Cancelo viveu uma noite de terror na sua casa de Manchester, na quinta-feira à noite, assaltada por quatro intrusos, num roubo que terminou com agressões ao jogador do City.

Cancelo encontrava-se em casa com a companheira e a filha bebé de dois anos quando o assalto aconteceu. O próprio descreveu o sucedido numa publicação no Instagram, revelando que, por ter resistido aos assaltantes, foi agredido, ficando com um golpe visível na cabeça.

"Infelizmente fui assaltado por quatro cobardes que me magoaram e tentaram magoar a minha família", escreveu o internacional português, de 27 anos, explicando ainda que os assaltantes levaram "todas as jóias", deixando-o também com a cara ferida.

"Não percebo como é que as pessoas são capazes de tamanha maldade. O mais importante é que a minha família está bem", referiu ainda.

Numa declaração publicada nas redes sociais do clube, o Manchester City diz-se "chocado e horrorizado" pelo que aconteceu ao jogador.

"O João e a sua família estão a ser apoiados pelo clube", aponta ainda a declaração, que sublinha ainda que este caso "gravíssimo" já está a ser investigado pela polícia.