Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Agora é oficial: Paulo Sousa é o novo treinador do Flamengo

O treinador português, de 51 anos, assinou um contrato por duas temporadas. Oficialização surge minutos depois da federação polaca confirmar a saída do técnico

Tribuna Expresso

Partilhar

Pouco depois do presidente da federação polaca de futebol confirmar a rescisão do contrato com Paulo Sousa, o Flamengo anunciou a contratação do treinador português.

O ex-selecionador da Polónia, de 51 anos, assinou um contrato válido por duas temporadas.

Nas suas primeiras palavras como treinador do Flamengo, Paulo Sousa fala de "um clube extraordinário, um clube grande, que respira vitória", sublinhando que "todos os jogadores vão ser muito importantes porque a época é longa, com muitos jogos (…) todos eles vão ser necessários e o compromisso de todos é que nos vai levar aos melhores objetivos".

Paulo Sousa sublinha ainda a meta "criar muita emoção" entre os adeptos com vitórias: "A cultura da vitória é muito importante".

E sobre aquilo que o fez deixar a Polónia, o técnico português diz que foi "a grandeza do clube" e as suas próprias expectativas de ganhar "com um clube que tem essa ambição constante”.

O treinador português começou a carreira nos sub-16 de Portugal. Depois, mudou-se para o Reino Unido, onde treinou o Queens Park Rangers, Swansea City e Leicester City. No Videoton, da Hungria, começou a disputar títulos, algo que aconteceu definitivamente no Maccabi Tel Aviv, do Israel, e Basileia, da Suíça.

Em 2015, o ex-médio que atuou na Juventus mudou-se para um histórico rival, a Fiorentina, onde apresentou futebol de alto gabarito e terminou nas 5ª e 8ª posições. A caminhada internacional prosseguiu depois na China e França, ao serviço do Tianjin Quanjian e Bordéus.

A herança que recebe do Flamengo, que era treinado por Renato Gaúcho, é interessante: o mengão foi vice-campeão do Brasileirão e finalista vencido da final da Copa Libertadores, conquistada pelo segundo ano consecutivo pelo Palmeiras de Abel Ferreira.