Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Tuchel critica calendário da liga inglesa: “Fazem-nos jogar, apesar de termos casos de covid-19. Estamos nas mãos de quem está num gabinete”

Alemão é mais um dos treinadores que não poupou nas palavras na hora de criticar os responsáveis da Premier League. O Boxing Day não foi cancelado apesar dos surtos de covid-19 em várias equipas e o alemão não considera a situação justa para quem tem feito todos os jogos. Esta semana já Antonio Conte, Rafa Benitez e Pep Guardiola tinham mostrado o seu desagrado pelo pesado calendário do futebol inglês nesta altura do ano

lusa

Charlotte Wilson/Offside/Getty

Partilhar

O treinador do Chelsea, o alemão Thomas Tuchel, criticou o calendário apertado da Liga inglesa de futebol nestes dias de Natal e final do ano civil, dada a nova estirpe e surtos do coronavírus.

“Não é justo. São 10 dias intensos, com jogadores de cama, e defrontamos equipas que tiveram os jogos adiados e têm uma semana para se preparar”, disse o técnico do atual terceiro classificado da prova, após triunfo, por 3-1, na visita ao Aston Vila (11.º).

Tuchel frisou que os seus jogadores já disputaram oito partidas este mês e vão enfrentar, na quarta-feira, o Brighton, novamente a contar para o principal campeonato inglês.

Os atletas ‘blues’ Hudson-Odoi, Lukaku, Kai Havertz e Timo Werner foram recentes ‘baixas’ devido ao coronavírus entre o plantel do emblema londrino.

“Fazem-nos jogar, apesar de termos jogadores com covid-19. Temos novas lesões, mas estamos nas mãos de pessoas que estão num gabinete, sem saber o que isto é”, vincou o treinador do Chelsea.

O jogo entre Arsenal e Wolverhampton, da 20.ª jornada da Liga inglesa, agendado para terça-feira, foi hoje adiado face ao reduzido número de jogadores disponíveis na equipa treinada pelo português Bruno Lage, devido a um surto do coronavírus.

Este é o 15.º adiamento de jogos na Liga inglesa nas duas últimas semanas, numa altura em que a Grã-Bretanha regista um número recorde de casos positivos de covid-19, devido à variante Omicron, e já depois dos adiamentos de três jogos hoje, na 19.ª jornada, e do Leeds-Aston Villa, também previsto para terça-feira.