Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

“Foi como falar com uma parede”: Antonio Conte lamenta falta de sensibilidade dos responsáveis da Premier League

Reunião com cartolas da competição deixou o italiano insatisfeito. "Os treinadores tentaram falar, mas penso que já estava tudo decidido"

Lusa

Anadolu Agency

Partilhar

O treinador do Tottenham lamentou a falta de sensibilidade dos responsáveis da Premier League, que não quiseram saber das preocupações manifestadas por treinadores e capitães, face à incidência e gravidade da pandemia da covid-19.

“Foi como falar com uma parede”, disse em conferência de imprensa, na sexta-feira, o italiano Antonio Conte, queixando-se que a Premier League não foi sensível aos argumentos apresentados pelas equipas, numa reunião realizada na quinta-feira.

Na antecipação da receção de domingo ao Cristal Palace, para a 19.ª jornada do campeonato, o técnico transalpino disse ter ficado com a ideia de que a reunião não passou de uma formalidade.

“Tenho que ser sincero e dizer que foi uma reunião em que os treinadores tentaram falar, mas penso que já estava tudo decidido. Tivemos pela frente uma parede e, por isso, prefiro nem aprofundar o assunto”, lamentou Conte.

De acordo com o treinador dos spurs, “não é fácil” para as equipas, nestas circunstâncias, em plena pandemia da covid-19, jogarem “depois de apenas um dia de descanso”.

O Tottenham recebe no domingo o Cristal Palace e, dois dias volvidos, na terça-feira, desloca-se ao reduto do Southampton, para a ronda 20 da Premier League.

“Não é fácil para as equipas jogarem depois de apenas um dia de descanso. É preciso ter muita atenção à situação, porque existe o risco de perder jogadores por lesão. É preciso ter cuidado”, finalizou, lembrando que metade do plantel teve covid-19.