Tribuna Expresso

Perfil

Fórmula 1

Verstappen, pole da corrida sprint na Áustria, e a rivalidade na F1: “É tudo uma questão de margens, de quanto se respeita o outro na pista”

O piloto neerlandês da Red Bull, de 24 anos, deu uma entrevista ao "The Guardian" onde mencionou as rivalidades na Fórmula 1. Preferia o heptacampeão Lewis Hamilton ou o novato em vitórias Charles Leclerc, com quem compete desde os 12 anos? "Não me interessa desde que eu acabe no topo"

Expresso e Lusa

Dan Istitene - Formula 1

Partilhar

Depois daquela última volta no derradeiro Grande Prémio da temporada 2021, em Abu Dhabi, este Mundial de Fórmula 1 não está a ser exatamente o que se magicou. O Mercedes de Lewis Hamilton e Lewis Hamilton, que perdeu o trono, não têm estado ao nível esperado, por isso o vento trouxe outra rivalidade, ainda que com barbas.

Charles Leclerc inaugurou o renascimento da Ferrari, com duas vitórias nas primeiras três corridas do ano, no Bahrain e na Austrália. Pelo meio, Max Verstappen (Red Bull) fez o que tem feito nos últimos tempos e continuou a fazer, vincando a posição de campeão do mundo de F1. De 20 de março para cá, queimaram-se pneus em 10 pistas e 588 voltas. Max venceu em seis ocasiões e recuperou a liderança da classificação rapidamente.

O guião para esta temporada parecia interessante com um duelo Verstappen-Leclerc, Red Bull-Ferrari, mas Sergio Pérez (Red Bull) meteu-se no meio, que ganhou no Mónaco, e vai estacionando na segunda posição do Mundial de pilotos, a 34 pontos do neerlandês. Ainda assim, em entrevista ao “The Guardian”, onde falou na obsessão em ganhar quando era miúdo, Max Verstappen puxou a fita atrás e recordou donde vem a rivalidade com Charles Leclerc, que ocupa a terceira posição na geral, a 43 pontos.

Tudo começou nos karts, com 12 anos. O monegasco chegou a admitir que ambos se odiavam porque, muitas vezes, “não acabava da melhor maneira possível”. Max refletiu sobre esse duelo. “É tudo uma questão de margens, de quanto se respeita o outro na pista”, começou por dizer. “Eu conheço o Charles há muito tempo, tenho corrido muito mais contra ele, por isso acho que nos entendemos um pouco melhor."

Sobre o competidor ideal para agarrar outro Campeonato do Mundo da categoria, ao piloto neerlandês, de 24 anos, não interessa se é Hamilton, com sete títulos, ou Leclerc, que ainda nem cinco vitórias em corridas tem. “Não me interessa desde que eu acabe no topo. É o sentimento mais importante. Há muitos bons pilotos na F1 e quando lutas com eles é muito divertido.”

Verstappen vai partir do primeiro lugar na segunda corrida ‘sprint’ da temporada na F1

Max Verstappen vai partir do primeiro lugar na segunda corrida ‘sprint’ da temporada, que determinará a grelha para o Prémio da Áustria de Fórmula 1, à frente de Charles Leclerc e Carlos Sainz, da Ferrari.

O piloto neerlandês foi mais rápido com um tempo de 1:04.984 minutos, contra os 1:05.013 do monegasco e 1:05.066 do espanhol, que venceu pela primeira vez uma corrida de Fórmula 1, na Grã-Bretanha, na 10.ª prova da temporada.

Em abril, Max tinha vencido a corrida 'sprint' no Grande Prémio de Emilia-Romagna, em Ímola, Itália.

"Foi uma qualificação muito apertada. Esta é uma pista difícil. Não tem muitas curvas (dez, no total) e é fácil errar em qualquer uma delas. Estou feliz com a 'pole', mas os pontos serão divididos no sábado e, sobretudo, no domingo", expressou Verstappen.

O companheiro de equipa de Max, o mexicano Sergio Pérez, teve os seus tempos excluídos na 17.ª volta da segunda fase da qualificação (Q2) por ultrapassar os limites de pista, pelo que as voltas da Q3 foram eliminadas e, como consequência, vai partir da 13.º posição.

A sexta-feira ficou marcada ainda pelos despistes dos britânicos Lewis Hamilton e George Russell, da Mercedes, na Q3, com Russell a partir do quarto posto e Hamilton do nono.

Os oito primeiros posicionados do ‘sprint’ recebem pontos adicionais no campeonato.

Verstappen, campeão em título, lidera o campeonato, com 181 pontos, à frente de Sergio Pérez (segundo), com 147, e de Leclerc (terceiro), com 138.

O Grande Prémio da Áustria, 11.ª etapa do Mundial, disputa-se no domingo, no Red Bull Ring, em Spielberg.