Perfil

Expresso

Florentino Pérez irónico sobre a permanência de Mbappé no Paris Saint-Germain: “Deve ter mudado de sonho”

O presidente do Real Madrid referiu a opção de Kylian Mbappé pela permanência em Paris, quando o futebolista por diversas vezes tinha expressado o sonho de jogar com a camisola merengue. Mbappé renovou por três anos, rejeitando a proposta – que alegadamente já tinha aceitado – do clube presidido por Pérez

Expresso

NurPhoto/Getty

Partilhar

Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, ironizou acerca da opção de Kylian Mbappé em permanecer no Paris Saint-Germain, rejeitando uma proposta do clube espanhol e contradizendo o “sonho” que dizia ter de jogar com a camisola merengue. Ao programa de televisão “El Chiringuito”, Pérez disse: “O sonho dele era jogar no Real Madrid. Queríamos contratá-lo em agosto e eles não o deixaram sair. Ele continuava a dizer que queria jogar em Madrid e, 15 dias antes [de vir], inverteu a situação”.

Kylian Mbappé, de 23 anos, assinou com o PSG um novo e lucrativo contrato. A BBC cita o comentador desportivo Guillem Balague, dizendo que o jovem avançado tinha acordado um pacote financeiro com o Real meses antes de escolher ficar em França. A própria La Liga reagiu com indignação ao volte-face, chamando “escandaloso” ao acordo com o PSG e fazendo queixa à UEFA por considerar que o negócio quebra as regras do Fair Play Financeiro.

“Este não é o Mbappé que eu queria trazer, é outro, que deve ter mudado de sonho”, ironizou Florentino Pérez, continuando: “Ele muda, oferecem-lhe outras coisas, ele é pressionado e transforma-se noutro futebolista. Não há ninguém no Real Madrid acima do clube. Ele é um grande jogador, pode ganhar mais do que outros, mas é um desporto coletivo e temos valores e princípios que não podemos mudar”.

O internacional francês não rejeita a hipótese de vir a jogar no Real Madrid no futuro. Pérez insiste que este não é o jogador que viria para a capital espanhola. “Se for, prefiro que fique no PSG. Quero aquele que tinha o sonho”, disse o presidente dos campeões espanhóis e vencedores da Liga dos Campeões.

Florentino piscou ainda o olho ao Manchester City e a Haaland, que assinou recentemente pelos citizens, depois de também ser pretendido pelo Real: “Temos o melhor ‘nove’ do mundo [Benzema] e não iríamos trazer Haaland para ele ficar no banco, certo?”.

Na entrevista, o maior promotor da Superliga Europeia voltou ao tema, dizendo que o projeto “continua vivo”. O Real Madrid foi um dos 12 clubes que propuseram a criação do torneio, em 2021. Depois das inúmeras críticas provenientes de adeptos, políticos e organismos, apenas Real, Barcelona e Juventus se mantiveram no barco.