Tribuna Expresso

Perfil

Crónica

Cada bola que Paulinho não mete na baliza adversária, é mais uma pedra às costas de Rúben Amorim

O Sporting empatou em Famalicão e isso quer dizer que o verdadeiro campeonato do campeão nacional começou agora. Bruno Vieira Amaral fala daquele que é, para já, o equívoco mais visível dos leões, o avançado Paulinho, um pedido expresso de Amorim e sobre quem Amorim tem semana após semana de se justificar

Bruno Vieira Amaral

Gualter Fatia

Partilhar

Para os três “grandes”, o campeonato começa ao primeiro tropeção. O Porto iniciou o campeonato na semana passada, contra o Marítimo. O Sporting estreou-se esta semana, em casa do Famalicão. O Benfica ainda está de férias, depois de ter adiado o início do seu campeonato graças a um golo do mal-amado Gilberto. Quer dizer que, para o Benfica, os quatro jogos disputados até ao momento não contam? Nada disso. Os doze pontos já foram amealhados e, se a Liga não decidir penalizar o clube pelo uso excessivo de avançados, já ninguém os tira.

Artigo Exclusivo para assinantes

No Expresso valorizamos o jornalismo livre e independente

Já é assinante?
Comprou o Expresso? Insira o código presente na Revista E para continuar a ler