Tribuna Expresso

Perfil

Ciclismo

Volta a França: na primeira chegada ao alto, é Pogacar quem brilha de novo

Esloveno repetiu a vitória da véspera na chegada ao topo na Super Planche des Belles Filles, anulando a tentativa de ataque do dinamarquês Jonas Vingegaard. Pogacar é ainda mais líder

Lusa e Expresso

GUILLAUME HORCAJUELO/EPA

Partilhar

O ciclista esloveno Tadej Pogacar venceu esta sexta-feira a sétima etapa da Volta a França, a primeira de montanha, ao impor-se no alto da Super Planche des Belles Filles, e reforçou a liderança da geral.

O bicampeão da prova francesa cumpriu os 176,3 quilómetros desde Tomblaine em 3:58.40 horas, batendo sobre a meta o dinamarquês Jonas Vingegaard, com o seu compatriota Primoz Roglic, também da Jumbo-Visma, a ser terceiro, a 12 segundos.

É a segunda vitória de etapa consecutiva para o ciclista da UAE Emirates, depois do triunfo da véspera em Longwy, na tirada mais longa desta edição do Tour. Pogacar e Vingegaard apanharam já dentro dos últimos 100 metros o alemão Lennard Kamna (Bora), derradeiro resistente da fuga do dia, alcançado na terra batida que marcou o último quilómetro. E quando o dinamarquês parecia o mais forte, o esforço final do esloveno valeu-lhe mais um triunfo e uma cada vez mais forte candidatura ao tri.

No sábado, o pelotão ruma à Suíça, com Pogacar a iniciar os 186,3 quilómetros entre Dole e Lausana com 35 segundos de vantagem para Vingegaard e 01.10 minutos para o britânico Geraint Thomas (INEOS), respetivamente segundo e terceiro da geral individual.

  • Tadej Pogacar vai a todas
    Ciclismo

    O esloveno ganhou a etapa mais longa do Tour, com 219,9 quilómetros, num sprint vitorioso dentro de um pequeno grupo. À 6.ª etapa, está dado o aviso: o bicampeão em título escala, acelera, ataca, bate o relógio. A camisola amarela já está no seu corpo e ele parece capaz de tudo. E ainda vamos na primeira semana