Tribuna Expresso

Perfil

Ciclismo

Equipa de ciclismo Bahrain Victorious investigada pela polícia duas vezes na mesma semana, em vésperas do início do Tour

Ciclistas e outros elementos da equipa foram alvo de buscas pelas autoridades dinamarquesas numa altura em que preparam a participação na Volta a França, que começa em Copenhaga, na sexta-feira

Expresso

BO AMSTRUP/Getty

Partilhar

Ciclistas e vários outros elementos da equipa Bahrain Victorious foram alvo de buscas por parte da polícia dinamarquesa. Foi a segunda vez numa semana. As autoridades de Copenhaga, cidade que recebe o início da Volta a França, para a qual a equipa se está a preparar, confirmaram à BBC que estiveram nos quartos de hotel e nos carros do coletivo esta quinta-feira. O Tour começa esta sexta-feira.

Já na edição do ano passado os quartos tinham sido passados a limpo pela polícia, após alegações de doping, que os responsáveis pela equipa negaram. Entretanto, já na segunda-feira tinham sido feitas buscas. A Bahrain Victorious emitiu um comunicado dizendo que “cooperou completamente com os pedidos dos agentes” e que “nenhum item foi confiscado”.

Um porta-voz das autoridades disse que a busca foi “baseada num pedido da polícia francesa, como parte de uma investigação em curso naquele país”. Ou seja, as intervenções deste ano estarão ainda relacionadas com a questão levantada em 2021, sobre a utilização de substâncias ilícitas.

A Bahrain Victorious venceu três etapas da Volta a França de 2021. Já este ano, a equipa ganhou a Milão-São Remo, graças a Matej Mohoric, enquanto Santiago Buitrago conquistou uma etapa na Volta a Itália, no mês de maio.