Perfil

Benfica

Roger Schmidt: “Acho que merecemos o título. Mas, se mereces algo, não é automático que o vais obter”

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo decisivo contra o Santa Clara (sábado, 18h, BTV), o técnico garantiu uma equipa “preparada” e “totalmente focada” no embate contra os açorianos, adversário já despromovido que vai jogar “sem pressão” na partida em que um empate dará o título ao Benfica

Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

O que espera do Santa Clara?

“Eles não têm nada a perder. Se virem os últimos jogos deles, não estão a jogar como uma equipa que já desceu à II Liga. Espero um adversário a jogar sem pressão, num estádio cheio, num bom jogo. Estamos preparados para eles”

Jogo decisivo

“Foi uma longa viagem para estarmos nesta posição e agora é simples: se ganharmos o jogo, seremos campeões. Ao longo da época, mostrámos uma boa atitude, os jogadores colocaram muito esforço nesta época. Estamos preparados, queremos jogar um bom jogo, com intensidade, queremos marcar golos e ganhar. Estamos totalmente focados, nada mais importa”

Escolha do onze

“Que ainda esperem o onze na conferência de imprensa surpreende-me. O Bah teve um excelente impacto quando entrou no passado domingo. O Aursnes esteve bem durante toda a época, já mostrou capacidade de jogar em várias posições, na defesa ou no meio-campo, e mostrou sempre a qualidade e personalidade fantástica que tem, não importante onde joga. Temos opções diferentes. No domingo, ele foi médio de ataque e mostrou a qualidade que tem, não só pelo golo que marcou. Tenho muitas opções, estou contente que quase todos os jogadores estejam aptos. Foi uma pena a lesão do Gonçalo Guedes, teve um grande impacto quando veio e no domingo mudou o jogo quando entrou. Estamos tristes por ele”

Teme primeira parte como em Alvalade?

“Darmos a volta no segundo tempo como demos, dominando o jogo, foi uma demonstração de confiança. Foi um empate mais do que merecido. Não houve qualquer lição [na primeira parte], foi futebol. Como já disse várias vezes, somos o Benfica, mas não é óbvio que ganhemos todos os jogos, temos de lutar arduamente para ganhar sempre. A época é longa, a situação é clara: acumulámos muitos pontos durante a época, temos um último jogo para vencer. Marcámos um golo muito importante no final em Alvalade, ter perdido ou empatado lá seria bem diferente”

O Benfica é o que esperava quando chegou?

“Não é o momento de resumir a época. Depois do último jogo, podemos fazer isso, mas agora o foco está nos nossos objetivos”

Benfica foi a melhor equipa da temporada?

“Não devo ser eu a julgar quem foi a melhor equipa, é esse o vosso trabalho como jornalistas. Se merecemos o título? Acho que sim, que merecemos o título. Mas não é automático que, se mereceres algo, o vais obter”